Como abrir uma empresa – Parte 1

Uma das maiores dúvidas que as pessoas tem na hora de ter seu próprio negócio, é como abrir uma empresa. Esta dúvida é comum e também muito ampla para eu tentar resolvê-la neste pequeno texto. Então irei dividi-la em algumas postagens!

Pois bem, hoje no Brasil 71% dos empreendedores são por oportunidade e os outros 29% são por necessidade, conforme dados coletados pelo SEBRAE referente ao ano de 2013. Essa informação é muito boa, pois mostra a evolução do nosso país, onde há 20 anos o cenário era inverso.

O empreendedor por necessidade é aquele que precisa criar uma empresa para se sustentar e sustentar sua família. Se ele não o fizer, não terá dinheiro. Então ele precisa empreender por necessidade. O empreendedor por oportunidade é aquele que enxerga uma oportunidade em algum mercado, na maioria das vezes onde poucos não enxergam e ele consegue desenvolver uma empresa para gerar valor neste mercado. O empreendedor por oportunidade não está precisando de dinheiro neste momento. Os esforços dele é para solucionar um problema, uma “dor” que o cliente tem e ele viu uma oportunidade.

businessVou dar um exemplo de empreendedorismo por oportunidade: A rede de lanchonetes Subway, tipo Mc Donalds que é o seu principal concorrente, foi fundada no EUA em 1965. Sua proposta de valor é oferecer lanches saudáveis, personalizável com uma operação simples e baixo custo. Bem diferente do Mc Donalds, onde os alimentos não são saudáveis – algo que vem mudando e melhorando.

Os proprietários Fred DeLuca e o Dr. Peter Buck enxergaram uma maneira diferente de conquistar os clientes, pois o mercado só estava consumindo alimentos gordurosos e pré-prontos, quando eles chegaram com uma ideia muito diferenciada, onde você pode escolher os ingredientes, o tamanho do pão e se quer dobrar o recheio. Além de ser mais saudável e barato!

Hoje o Subway é a maior do mundo neste formato, com 37.000 mil lanchonetes. E o Brasil é o 7º maior mercado deles! Por isso hoje nós encontramos muitas lanchonetes da Subway por aqui. (Fonte: suafranquia.com e subway.com.br/histórico).

Nesta primeira séria de postagem que irei falar sobre “como abri uma empresa”, eu apresentei o perfil de empreendedor por oportunidade que é maioria no Brasil e que isso possa lhe despertar o interesse em começar a planejar  melhor suas ideias, assim como os fundadores da Subway fizeram. Para enxergar oportunidades e começar a criar a sua empresa, você deve pensar “fora da caixinha” e ver o mundo sob outra perspectiva. Assim foi com o Subway. Mesmo no mercado grandioso de lanchonetes nos EUA e no mundo, eles conseguiram fazer algo diferente, oferecendo algo bem melhor para seus clientes e conquistaram o mundo!

 

Jefferson Lopes

Anúncios

Vai ter Copa sim! Aliás, nossos maiores problemas podem ter sido provocados por você!

Não entendo o porquê das pessoas dizerem #nãovaitercopa. Quem vocês acham que estará perdendo? Por favor, separemos a política e suas estratégias abusivas de extorquir nosso dinheiro, do futebol – paixão nacional.

A África do Sul teve muitos problemas em 2010. Críticas e mais críticas negativas sobre a infraestrutura, mobilidade urbana, congestionamentos nas cidades e etc. Mas também teve um tiquet médio de R$11.000,00 por turista! E aí? Não vai ter Copa? Quem sai perdendo?

Amigo empreendedor (a), não caia na asneira de não enxergar oportunidades tão óbvias em viabilizar seu negócio ou aumentar seu faturamento durante a realização da Copa. Comecemos com um pensamento simples. Pode ser que você não seja um empreendedor hoje, mas um dia poderá ser. Vamos imaginar que hoje você quer somente passar em um concurso público para ganhar muito e trabalhar pouco. Veja bem, quem hoje está administrando mal o nosso dinheiro, teve esse pensamento quando entrou na carreira pública. Praticamente 98% dos que trabalham no sistema público pensaram assim. E você? Faz parte do problema ou da solução? Você quer prestar um concurso público com o foco naquela analogia “mais por menos”? Se sua resposta foi positiva, então você faz parte de um dos nossos maiores problemas. E foi por pensamentos como o seu que as obras para a Copa do Mundo no Brasil em 2014 são as piores já vistas na história deste evento.

E isso é antigo! Em 1950, o Maracanã estava em obras durante a Copa, as pessoas passavam debaixo de andaimes para entrar no estádio. Estávamos falando de uma cultura antiga de trabalhar pouco para ganhar muito, algo que envolve a mentalidade das pessoas, a ausência da mentalidade empreendedora, que fez nascer uma geração de colaboradores em Brasília com este pensamento de mais por menos.

Graças a Deus existem pessoas que querem mudar nosso país, são empreendedoras, líderes e querem um cargo público para ter uma oportunidade de mudar esse nosso maior problema, que pode ter sido causado por nós mesmos, com essa mentalidade digna de dó, onde ninguém sai ganhando e uma hashtag tão tola é compartilhada nas redes sociais, viralizando um aspecto negativo em um dos países mais empreendedores do mundo.

Essas obras da Copa deveriam ter sido organizadas por empreendedores, líderes e pessoas que querem mudar o nosso país e assim nos transformar em um dos melhores países do mundo. Alguém duvida desse potencial? Então, porque não pensar fora da caixinha e fazer acontecer? É isso que falta nas pessoas, fazer acontecer. E me pergunto se o óbvio não interessa a essas mentes que querem “mais por menos”. Talvez a resposta que eu não encontro pode ser vista em um formato diferente, um formato que idealiza o fracasso, começando por quem quer ganhar muito nas custas dos outros, querendo um concurso público para ficar “de boa” e ver confusões nas redes sociais.

E por falar em críticas à África do Sul, o turismo lá melhorou depois da Copa. Claro, eles cometeram muitos erros e ainda convivem com os resultados dessas ações, mas são prova de que apesar dos erros também alcançaram resultados positivos. Não se prenda apenas às possibilidades de que algo dará errado, não se prenda à comodidade e não deixe as coisas acontecerem sem ao menos tentar com que elas aconteçam da melhor maneira possível. Faça acontecer! Realize! Pare de reclamar e faça a sua parte! E lembre-se: se for para entrar no sistema, entre para mudá-lo para melhor! Minha posição sobre este assunto é apolítica. Meu foco sempre terá a visão empreendedora do que é possível ser realizável. Tenha uma ótica empreendedora e realize suas ações com pro-atividade e foco! Vamos mudar o nosso país para melhor! Espero que você faça parte da equipe que vai mudar o Brasil para melhor, irá trabalhar muito, mas todos serão recompensados por isso!

Jefferson Lopes

Ser Empreendedor Não Tem Idade

Estive vendo algumas revistas numa banca e me deparei com duas sobre o mundo dos negócios com o tema igual, porém com títulos diferentes. Uma falava sobre 30 jovens transformadores abaixo dos 30 anos e a outra falava de 40 empreendedores abaixo dos 40 anos, respectivamente as revistas Forbes Brasil e Época Negócios do mês de Fevereiro de 2014. Pois bem, comprei as revistas!

É muito bom ler este tipo de reportagem, pois você mergulha nas histórias das pessoas e percebe o quanto cada um teve que se sacrificar para chegar ao seu objetivo e também o quanto essas pessoas hoje são realizadas. Por mais sensacionalista que a mídia jornalística de algumas revistas possam ser, sempre tem casos de pessoas que nos tocam.

O que não falta neste mundo são casos de pessoas que começaram a empreender e obtiveram sucesso, muitas delas tiveram fracassos antes disso. E o que eu mais me interesso é pela variedade cultural da pessoas. São casos de pessoas humildes, ou então de herdeiros, de pessoas que são novas, ou acima dos 60, como por exemplo Roberto Marinho, que criou as organizações Globo já na melhor idade.

Imagem

Existem os prodígios, aqueles com 13 anos de idade que desenvolveram uma aplicativo, um jogo educativo, mas que milhões de pessoas no mundo baixaram em seus celulares e hoje o moleque é empresário, neste exemplo, o garoto é o Michael Sayman que já faturou mais e 1 milhão de dólares (Fonte: Portal Terra).

A maioria dos empreendedores tem entre 24 e 44 anos, divididos praticamente em igual homens e mulheres. Então meu amigo e minha amiga, não importa a sua idade, o que importa é você ter atitude e começar a empreender.

Imagem

Nenhuma dessas pessoas que obtiveram sucesso, ficaram paradas, esperando a sorte chegar! Até mesmo os herdeiros milionários, pois se eles fracassarem, podem perder tudo!

Espero que você possa refletir sobre isso e que consiga encontrar a esperança que faltava para alcançar o seu sucesso!

Vídeo

Sonhos que mudam o mundo

Sempre fui a favor das pessoas sonharem. Mas não um sonho qualquer, um sonho grande, aquele que irá mudar o mundo!

Como disse Steve Jobs (Apple): “Cada sonho que você deixa para trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de existir”.

Uau! Isso nos faz refletir bastante não é mesmo?

Olha só o vídeo abaixo que a Endeavor Brasil publicou hoje. É sensacional e mostra muito bem Sonhos que mudam o mundo.